jusbrasil.com.br
2 de Abril de 2020
    Adicione tópicos

    Modernizar elevadores é oferecer segurança aos condôminos.

    JurisWay
    Publicado por JurisWay
    há 9 anos

    O elevador é um dos transportes mais seguros do mundo. Com a construção de edifícios mais altos, o transporte movido à manivela foi substituído por sistemas elétricos mais complexos que dispensavam o serviço dos cabineiros. Hoje em dia, os elevadores contam com modernos sistemas, que permitem grande conforto e segurança aos usuários.

    Hoje são utilizados dois tipos de tracionamento:

    - Sistema de tração com máquinas com ou sem engrenagem, sistema no qual se utiliza um contra-peso para fazer a distribuição equivalente do peso e reduzir os esforços na máquina.

    - Sistema de tração hidráulico, sistema no qual se utiliza um pistão hidráulico para fazer sua elevação. O sistema geralmente é mais lento.

    No país, estima-se que há em média 270 mil elevadores instalados, a maioria com mais de duas décadas de uso. Em torno de 8 mil novos elevadores são instalados a cada ano. Este índice tende a aumentar com a fomentação da construção civil nos últimos três anos, resultando no surgimento de prédios residenciais e comerciais.

    A maioria das pessoas sejam moradores ou síndicos, por falta de conhecimento técnico, têm dúvidas de quando devem realizar uma modernização. Para o presidente do Sindicond (Sindicato Patronal dos Condomínios dos estado de São Paulo) José Luiz Bregaida, assim que o elevador apresentar paralisações freqüentes ou despesas excessivas com peças, já é hora de começar a pensar em modernizar.

    A modernização do elevador consiste na substituição parcial de um sistema antigo ou ultrapassado por um novo e moderno, pois sabemos que sistemas antigos não têm mais o mesmo desempenho dos novos sistemas utilizados. Nessa modernização podem ser aproveitados alguns componentes fazendo com que seja uma opção viável para qualquer cliente. Adotando o novo sistema, este ganhará benefícios, tais como redução de custos com energia elétrica, redução de quebras de componentes, facilitando assim a manutenção e oferecendo mais conforto e segurança para seus usuários e a valorização inerente do patrimônio com um visual mais moderno.

    A modernização é indicada quando as despesas mensais em trocas de peças são altas ou ainda quando há freqüentes problemas de difícil resolução ou redução, gerando desconforto e descontentamento com gastos. Além destas, elevadores que apresentem ruídos e vibrações, paradas bruscas e desnivelamentos, ou mais de 20 anos de uso também é recomendável passar pela modernização.

    Há ainda muitos condomínios resistentes à modernização devido ao seu custo. Mas se os cálculos forem colocados na ponta do lápis, os gastos iniciais reverterão em benefícios a curto prazo como a redução na conta da energia elétrica e nas despesas com peças (na maioria das vezes com o preço elevado por estarem fora de linha), valorização imediata do patrimônio, redução no valor do contrato de conservação, além de preservar o meio ambiente e aumentar a confiabilidade no equipamento, proporcionando uma maior segurança para os usuários destacou Bregaida.

    Fonte: http://www.sindicond.com.br/

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)